Posts Tagged ‘viagem’

João Pessoa: cidade de maior crescimento do turismo no Nordeste

agosto 6, 2011

Muitas cidades do Nordeste competem pelo título de “maior destino turístico do Brasil”; esse título é desejado porque induz novos viajantes a escolherem aquela cidade para futuras viagens.

Dentre as diversas maneiras de se avaliar qual o principal destino do Nordeste, uma das mais objetivas é simplesmente estudar o tráfego aéreo nos principais aeroportos de cada cidade; já que, por conta da distância, a maior parte dos turistas se desloca para o Nordeste de avião, é fácil aceitar que as cidades com aeroportos mais movimentados são aquelas que receberam mais visitantes.

É claro que a análise poderia ser mais refinada, apurando-se os que viajam a negócios, os moradores locais que estão saindo a turismo, os que chegam a uma cidade e deslocam-se a outra, etc. Contudo, para uma análise mais simplificada, a simples contagem do volume de passageiros já nos dá uma idéia bem aproximada.

Bem, e por esse critério, qual seria o destino mais popular? Depende, também, da forma como avaliemos.

A Infraero publica periodicamente uma tabela com a movimentação de todos os principais aeroportos do Brasil.

Se conferirmos a movimentação de passageiros de junho de 2011, verificamos que a capital nordestina com aeroporto mais movimentado é Salvador (pouco mais de 4 milhões de passageiros, incluindo embarques e desembarques, no acumulado de janeiro a junho de 2011), seguida por Recife (pouco mais de 3 milhões), Fortaleza (2.600.000), Natal (1.200.000), Maceió (770.000) e João Pessoa (550.000 passageiros).

Esses números, porém, não revelam um fato importante: cidades como Salvador, Recife e Fortaleza são importantes polos turísticos há décadas, e mantem permanentes campanhas de marketing para reter e atrair novos visitantes.

Uma outra maneira de se avaliar o potencial de um destino é: qual foi o crescimento da visitação nos anos recentes? O crescimento revela não o quanto a cidade já é conhecida, mas o que ela tem de novo a oferecer; se a cidade tem rápido crescimento, significa que mais e mais turistas a estão descobrindo, o que por outro lado indica que ela tem muito a oferecer.

Assim, vejamos qual foi o crescimento nas principais cidades desde 2004, ano em que a economia brasileira começava a mostrar sinais de aquecimento, e portanto o turismo começou o vertiginoso crescimento que experimentamos até hoje.

Segundo dados da movimentação de passageiros de junho de 2004, Salvador já era líder (pouco mais de 1.900.000 passageiros, incluindo embarque e desembarque, acumulados de janeiro a junho de 2004), seguida por Recife (1.400.000), Fortaleza (970.000), Natal (441.000), Maceió (306.000) e João Pessoa (111.000).

Como se vê, entre 2004 e 2011, o movimento dos aeroportos de Salvador e Recife aumentou pouco mais de 100%, os aeroportos de Natal e Fortaleza aumentaram ao redor de 200%, o de Maceió aumentou 250%, e o de João Pessoa teve um aumento de 500%.

Isso significa que mais e mais pessoas estão fazendo turismo em João Pessoa, o que por outro lado tem levado ao aumento na oferta de serviços como hoteis e restaurantes. E como há melhor infraestrutura, os turistas voltam, e trazem os amigos. E isso leva a mais e melhores hoteis, mais e melhores restaurantes.

Um ciclo virtuoso que torna a cidade cada vez mais atrativa, sem contudo perder o charme de cidade calma.

Venha você também conhecer João Pessoa.

Centro de Convenções de João Pessoa

setembro 24, 2009

Das principais capitais do Nordeste, João Pessoa é a única que ainda não tem um grande centro de convenções. A cidade consegue atrair alguns eventos que possam ser organizados nos hoteis (principalmente o Tambaú), mas os eventos de maior porte migram para Salvador, Recife e Natal, que dispõem de grandes centros de convenção mais bem estruturados.

Essa situação deve mudar. Como o fluxo turístico é crescente, é natural que a cidade procure também lucrar com a visibilidade que grandes eventos trazem para as cidades que as hospedam; ademais, é sabido que o turismo de negócios é a melhor maneira de manter o setor turístico aquecido durante as baixas temporadas.

O Governador José Maranhão assina semana que vem a ordem de serviço para construção do Centro de Convenções de João Pessoa, que demandará investimentos de R$ 104 milhões.

O local escolhido foi a área do Pólo Turístico do Cabo Branco, que já abriga o Farol do Cabo Branco (que atrai turistas há décadas, por demarcar o ponto mais oriental das Américas) e a Estação Ciência Cabo Branco (inaugurada há pouco mais de um ano, com projeto de Oscar Niemeyer).

O Pólo Cabo Branco consolida-se assim como um dos principais pontos turísticos de João Pessoa; segundo a nota oficial, “no mês passado o Governo do Estado conseguiu junto ao IBAMA a suspensão do embargo do projeto do Pólo Turístico Cabo Branco, empreendimento onde será desenvolvido todo um complexo hoteleiro, de restaurantes e outros equipamentos, onde o Centro de Convenções será uma referência em toda aquela área.”